Carga fiscal em Portugal abaixo de Itália e Grécia. Média europeia é maior

A carga fiscal em Portugal atingiu os 36,9% do PIB em 2017, segundo os dados publicados esta quarta-feira, 28 de Novembro, pelo Eurostat. Apesar de ter aumentado três décimas, a carga fiscal portuguesa continua abaixo da média europeia. Na União Europeia, o peso dos impostos chega aos 40,2% do PIB e na Zona Euro aos 41,4%. 
 

 

Neste cálculo o Eurostat engloba os impostos directos e indirectos (o IVA, o IRS ou o IRC, entre outros) e as contribuições sociais (TSU). No ano passado, o rácio aumentou três décimas na média da União Europeu e duas décimas na Zona Euro, mantendo a tendência crescente que se verifica desde 2010.

Em Portugal o aumento foi de três décimas para 36,9%, mantendo-se longe da média europeia. De acordo com as contas do Governo, a carga fiscal deverá voltar a aumentar ligeiramente em 2018, baixando depois em 2019.

 

A maior carga fiscal de 2017 dentro da União Europeia pertence a França com os impostos e as contribuições sociais a representarem 48,4% do PIB. Segue-se a Bélgica com 47,3%, a Dinamarca com 46,5%, a Suécia com 44,9% e a Finlândia com 43,4%.

Ao todo, há treze países com uma carga fiscal mais elevada do que a de Portugal e 14 com uma carga fiscal mais baixa. Itália e Grécia, por exemplo, registaram uma carga fiscal de 42,4% e 41,8%, respectivamente.

O valor mais baixo pertence à Irlanda com 23,5%, seguida da Roménia com 25,8% e da Bulgária com 29,5%. 

A maior subida face a 2016 registou-se no Chipre onde a carga fiscal aumentou mais de um ponto percentual. Por outro lado, a carga fiscal diminuiu quase um ponto percentual na Hungria.


Esta percentagem calculada pelo Eurostat pode diferir daquele que é tornada pública em Portugal pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O método de cálculo preferencial do INE exclui as contribuições sociais imputadas desta conta, mas o Eurostat opta por incluir esse valor.

No entanto, o gabinete de estatísticas europeu torna possível a comparação com os restantes Estados-membros, colocando a carga fiscal portuguesa em perspectiva.
 
 
Carga fiscal em Portugal abaixo de Itália e Grécia. Média europeia é maior

Teremos todo o gosto em ajudá-lo. Faça um pedido de reunião sem qualquer compromisso.

PEDIDO DE REUNIÃO